O que você precisa saber sobre engajamento nas redes sociais

engajamento nas redes sociais

Vamos falar sobre engajamento nas redes sociais? Eu sei que você gosta desse tema, por isso separei algumas dicas importantes para a sua agência de viagens.

Mas não vou ficar enrolando não. Bora para o conteúdo!

Como criar um conteúdo realmente relevante 

Entender as necessidades e os desejos do seu público é o ponto principal para criar conteúdo relevante. 

Então, a dica inicial é: tenha empatia e estude o público que você quer atingir.

Esse estudo envolve, como eu já disse em outros materiais, a:

  • Persona e o cliente ideal. 

Estou deixando aqui conteúdos extras para você se aprofundar nesses temas.

Saiba como definir o cliente ideal da sua agência de viagens

Mas além desse entendimento e senso de empatia, vale a pena pensar em outros temas nas redes sociais. 

1° Uso de hashtags 

Partindo do princípio que eu trouxe aqui de que você precisa entender o seu público para postar o que é relevante, o uso das hashtags vai ter esse posicionamento. 

Então pense: adianta você postar 30 hashtags, ter um alcance bom, mas nada de engajamento e interação? 

Ser visto é importante. Mas ser visto por quem tem chances de comprar de você é muito mais. 

Sendo assim, escolha de 7 a 10 hashtags bem específicas para o público que você quer atingir e para a publicação. 

E se você está falando sobre um destino, minha recomendação é usar o MetaHashtag.

Colocando um termo lá, ele vai te mostrar outras hashtags que estão em alta e quais são as publicações. Assim você pode ter inspirações até para outros conteúdos.

print tela do metahashtag cm o termo Gramado.

2° Texto na imagem 

Muito se comenta sobre esse assunto: “quanto texto devo colocar nas imagens dos meus posts?”.

Bom, vamos olhar pela ótica do gerenciador de anúncios do Facebook/Instagram.

O sistema do gerenciador te avisa que o alcance da sua publicação será menor caso você use mais de 20% de texto sobre a imagem. Esse processo acontece para evitar posts que prejudiquem a experiência dos usuários nas redes. 

Se pararmos para pensar, podemos usar o sistema como um indicador de que esse processo também acontece no meio orgânico (sem investimento financeiro). 

Porém, postar nas redes sociais não é uma receita de bolo. Muitas empresas de marketing digital trabalham com posts com bastante texto e os seguidores reagem bem.

O ideal é que você teste e entenda como funciona o seu público.

Falando do negócio do agente de viagens, especificamente, acredito que apostar em vídeos e imagens mais “limpas” é o melhor caminho.

Isso porque a venda de viagens é muito visual, ela requer que você transporte o seu consumidor para o destino. E criar essa imagem mental da viagem é muito mais fácil com auxílio visual.

Retenção e infotenimento 

Precisamos falar sobre esses dois termos: retenção e infotenimento. 

Isso porque o conteúdo que retém atenção é mais distribuído pelas plataformas online. 

Essa é uma lógica óbvia: se as pessoas gostam, as redes sociais entregam. Afinal, existe uma preocupação em manter a boa experiência do usuário.

E para reter nós precisamos pensar no entretenimento, que é um elemento chave das redes sociais.

“Ah, então quer dizer que eu tenho que ficar postando coisas engraçadinhas o tempo todo?”. 

Não é bem assim. 

Como você precisa vender, já que tem um negócio, não faz sentido usar o Instagram (e outras redes) para entretenimento puro. 

Porém, como todo mundo já notou, conteúdos focados apenas em vender não retêm a atenção do público. E não se esqueça, a sua agência de viagens está competindo por atenção com milhares de postagens de todos os tipos. 

O que você precisa entender, então, é como criar esse conteúdo de infotenimento.

  • Infotenimento quer dizer:  informar, educar e entreter. Essas três coisas unidas compõem a fórmula de um bom post.

Quer um exemplo desse tipo de conteúdo?

Esse post da Sonho Real Turismo tem:

  • Elementos de humanização;
  • Informa sobre Motorhome;
  • Consegue entreter porque não está focado em vender, apenas em apresentar um tema que está em alta.

E aí, a sua agência de viagens está fazendo algo nessa linha?

2- Jornada de compra e o engajamento nas redes sociais

Agora eu vou falar sobre outro tema importante quando o assunto é Instagram e outras redes: engajamento.

Eu vejo muita gente pirando para gerar engajamento. E não me entenda errado, isso é importante, porém, não é o objetivo primário dependendo da etapa da jornada de compra. 

O que quero dizer é que uma estratégia de sucesso é baseada na jornada do cliente, o que significa que há ações e tipos de conteúdo para cada etapa. 

Mas o que postar, então?

imagem com as etapas da jornada de conteúdo nas redes sócias, mostrando que o engajamento aparece apenas na última fase

Começo da jornada: objetivo primário é o alcance

Um conteúdo de topo de funil não pode ter como objetivo principal o engajamento. 

Isso porque o intuito no início da jornada é atrair público e criar audiência. Sendo assim, o que pode funcionar bem é postar reels e tik toks, já que esses são formatos muito entregues a novos públicos. 

Lembre-se: o objetivo é visualização e alcance, primeiramente. 

Porém, vale dizer que é sempre bom estimular os comentários, mesmo nesses materiais de descoberta (topo de funil).

Afinal, os comentários podem melhorar o alcance do seu conteúdo. 

Então, use o CTA (call to action):

  • Marque um amigo. Comenta se você já conheceu o destino X. Você gostaria de viajar para esse destino? 

Meio da jornada: objetivo principal é a frequência com conteúdos que se complementam

Seguindo com a jornada, na próxima etapa é importante manter frequência relevante dentro da audiência que você criou.

Ou seja, fazer com que a sua marca seja vista várias vezes pelas mesmas pessoas. Isso é lembrança de marca! 

Em outras palavras, o objetivo é criar frequência com conteúdos complementares que vão gerar autoridade para o seu negócio.

Sendo assim, ainda não estamos falando sobre engajamento como fator principal. 

Fim da jornada: o objetivo é converter 

Bom, nós avançamos mais um pouco na nossa jornada e o objetivo primário ainda não é o engajamento. Acredita? 

Isso mesmo, pois nesse momento nosso foco está na conversão. Até porque é isso que paga as contas, né? Converter a audiência em potenciais clientes. 

Como nessa etapa você vai estar falando do que você vende de forma mais direta, dificilmente esses posts terão um engajamento alto

Mas isso não importa muito, pois o seu objetivo é converter. Então, se as pessoas estão pedindo orçamento a postagem cumpriu com o que deveria.

A dica é investir no stories para esses conteúdos meio de funil/fim de funil, já que agora é possível colocar link. 

Com esse recurso você tem a chance de direcionar o público para o seu site ou para o WhatsApp se eles quiserem saber mais sobre um pacote. 

Pós-venda: agora sim o objetivo principal é o engajamento 

Na etapa de pós-venda nós podemos pensar no engajamento como fator principal. Mas por quê?

Porque o conteúdo de pós-venda tem a intenção de fazer com que os clientes da sua agência comentem sobre as viagens, gerando, assim, provas sociais.

Portanto, faz todo sentido produzir posts que estimulem comentários. 

Por exemplo: “Se você já viajou com a Monde Turismo, conta nos comentários para onde foi e o que achou”. 

“5 lugares mais visitados pelos clientes da Monde Turismo” (e criar um CTA pedindo para que os clientes comentem para quais dos destinos já foram). 

Bom, de forma resumida, a taxa de engajamento pode ser um indicador chave de performance importante para você entender se o seu conteúdo está sendo relevante. 

Porém, você precisa conhecer a jornada e os objetivos de cada etapa no meio online, como mostrei aqui. 

Entenda mais sobre jornada de compra assistindo ao vídeo abaixo:

Tipos de posts que geram engajamento: fórum de discussão

Como eu já comentei, estimular os comentários é muito importante dentro de uma estratégia de marketing. Os comentários têm peso no engajamento e também na prova social. 

Então, sempre analise se as suas postagens estão estimulando essa conversa. 

Você pode fazer isso jogando uma escolha para o público.

  • Gramado ou Campos do Jordão?
  • Floripa ou Rio de Janeiro?

Você também pode colocar algumas atrações de dois destinos e pedir para que o pessoal escolha para qual quer ir.

  • Por exemplo: Gramado ou Campos do Jordão em abril?

Você não precisa responder qual é o melhor (nem deve), pois a intenção é criar um tipo de fórum de discussão nos comentários. Ou seja, deixar o pessoal opinar livremente e gerar engajamento.

Tipos de conteúdo que geram engajamento: reels 

O reels, como eu disse, é um recurso do Instagram pensado para entregar conteúdo para pessoas novas. 

Quando você está no seu Instagram, passando tempo assistindo aos vídeos curtos, diversos perfis novos aparecem, não é mesmo?

Isso é muito bom para os criadores e para as empresas que estão na plataforma, pois elas ganham a oportunidade de atingir novos seguidores.

No entanto, o conteúdo postado no reels é totalmente topo de funil. Isso quer dizer que não adianta você ficar postando vídeos focados em venda. 

Por outro lado, vale muito a pena criar os vídeos pensando em informar de maneira leve e descontraída. 

A dica é sempre registrar momentos das viagens. Postar vídeos da hospedagem, dos passeios, das paisagens. Isso porque a ideia é só aparecer e reter a pessoa, causando interesse nela. 

Em outras palavras: você não está vendendo, está apresentando a sua marca.

Portanto seja rápido, direto e útil. 

Conclusão 

É isso, agente. Chegamos ao final do conteúdo.

Aqui você aprendeu sobre retenção, infotenimento, engajamento e muito mais. Todos esses termos são importantes para as estratégias no meio online. 

Por isso, compartilhe esse material com outros profissionais do turismo. Nos ajude a fortalecer esse mercado! 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para o topo